Banda itabunense lança coleção a exaltar beleza e força da mulher negra


“Negras Perfumadas” apresentam camisetas que trazem imagens de mulheres notáveis; projeto marca dois anos do grupo


Na batida da baianíssima percussão, a banda Negras Perfumadas planta mais uma semente de empoderamento

A banda de percussão Negras Perfumadas, exclusivamente feminina, traz neste mês dedicado à mulher a 1ª Coleção Empoderamento Crespo. Como em 26 de março o grupo completará dois anos, a proposta marca, também, o aniversário, colocando à venda camisetas com figuras de mulheres negras que se notabilizaram na sociedade, pelas mais diversas causas.

O pré-lançamento da coleção, organizado pela Rede Feminina Feira Cultural das Mulheres, será no próximo domingo (17), a partir das 15 horas, na Alameda da Juventude, em Itabuna.

As peças, femininas e masculinas, trazem um objetivo bem claro: “propagar mulheres negras que inspiram a trajetória da banda e contribuíram ou contribuem na luta por igualdade racial, igualdade de gênero e contra as violências dirigidas à mulher”, afirma Egnaldo França, fundador e compositor do grupo.

Através das camisetas, a serem divulgadas e vendidas nas atividades da banda, são homenageadas mulheres como a vereadora Marielle Franco, cujo assassinato não foi elucidado até então; as escritoras Carolina Maria de Jesus e Conceição Evaristo; a ativista Angela Davis e a atriz Ruth de Souza.

As peças estarão em exposição no evento, mas podem ser adquiridas com antecedência pelo telefone (73) 98807-0038 (WhatsApp) ou durante os shows. Mais informações podem ser obtidas pelo número acima (falar com Egnaldo França) ou pelo e-mail egnegao@hotmail.com.

Homenagem a mulheres que inspiram

Perfumadas contra racismo

A banda Negras Perfumadas, que tem como vocalista a atual coordenadora do projeto Encantarte, Jaqueline Paula dos Santos, reúne mulheres também vindas do projeto. Ali, elas aprenderam a tocar seus tambores e levantar a voz contra o racismo e qualquer outro tipo de preconceito.

Na batida das moças perfumadas, vozes a favor da autoestima, da independência, da liberdade – valores, aliás, cada vez mais latentes entre as mulheres do século XXI.

Como diz Jaqueline, segue um lema sempre vivo entre as “Negras Perfumadas”: “O lugar da mulher é onde ela quiser: na política, na construção civil, nas engenharias ou mesmo tocando percussão!”

Apesar do pouco tempo na estrada, a banda tem sido frequentemente requisitada para animar festas populares, a exemplo do Réveillon em Maraú; Cortejo Cultural de São Boaventura; Carnaval de Canavieiras; Lavagem do Beco do Fuxico, em Itabuna; Dia Internacional da Mulher em Ubaitaba, além de outros eventos culturais e sociais em várias cidades da região.

Nathalia, Êmile, Tâmela, Jaqueline, Tâmara e Thailane: vozes em nome da autoestima