Sete de Setembro: Avenida Soares Lopes será interditada às 5 horas da manhã

A avenida Soares Lopes, local onde acontecerá o desfile cívico de 7 de setembro, em Ilhéus, será interditada nesta quinta-feira (7), às cinco da manhã e permanecerá sem circulação de veículos até o encerramento do evento. Agentes da Superintendência de Transporte e Trânsito (Sutran) iniciam hoje (6) à noite o trabalho de esclarecimento junto aos … Leia Mais


Prefeitura de Itabuna atribui 400 demissões a redução do orçamento

  O prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, disse em entrevista à TVI que a queda de arrecadação (da previsão de R$ 600 milhões em 2017, dificilmente chegará a R$ 450 milhões) está obrigando o governo municipal a cortar gastos em todas as áreas. Por isso, está sendo estudada a demissão de mais de 400 servidores … Leia Mais


Tomate trouxe alívio na cesta básica em Ilhéus e Itabuna

O custo da cesta básica, composta por 12 itens alimentares (feijão, arroz, farinha de mandioca, pão, carne, leite, açúcar, banana, óleo de soja, manteiga, tomate e café), passou para R$ 328,45 no mês de agosto em Ilhéus. A redução de 6,43% em relação a julho foi constatada na pesquisa feita pelo Departamento de Ciências Econômicas … Leia Mais


Adeus a Rai da Mach Som deixa silêncio na comunicação em Itabuna

O antigo serviço de alto-falante; a sonorização que dá clima de São João e Natal; as propagandas em carros de som; a voz bela e potente como radialista e tantos outros ingredientes formam a marca do empresário Raimundo Carlos Silva Menezes, de quem Itabuna se despediu na tarde desta segunda-feira (4). Rai da Mach Som, … Leia Mais



Advogada desconstrói boatos sobre auxílio pago a familiares de presos

Dra. Nélia Ferreira (Foto: Diário Bahia)

Muitas são as informações que se disseminam em relação ao auxílio-reclusão, benefício previsto em lei e pago a familiares de presos. Muitos dos dados, porém, são inverídicos.

Para diferenciar mitos de verdades sobre o assunto, o Diário Bahia conversou com a advogada Nélia Ferreira, especialista na área Cível.

 

Existem críticas a um benefício chamado auxílio-reclusão, porque muitas pessoas entendem que a sociedade não deveria pagar para manter a família de um preso. Como a senhora analisa essa questão?

Existe muita coisa falsa, principalmente nas mídias sociais, falando que é um valor de R$ 1.450,00 por cada filho de preso, e como se fosse a sociedade que pagasse isso. Na verdade, o auxílio-reclusão é previsto em lei, desde 1962, apenas para os presos que tinham carteira assinada e eram vinculados ao INSS, estavam recolhendo a Previdência. Se foram condenados e estão presos, a família – esposa e filhos – recebe um valor. Normalmente, é um salário mínimo, porque depende do valor que o segurado recolhe junto ao INSS; o valor máximo é R$ 1.292,43.

Se a carteira da pessoa for assinada hoje e daqui a cinco meses ela incorrer pela criminalidade, esse tempo é suficiente para que a família receba por qual período?

Não é indefinidamente, porque é uma tabela variável. A pessoa que recolheu por um período, e dependendo da idade dos beneficiários, podem receber durante três anos, cinco anos, quinze anos… Depende muito.

Se esse segurado do INSS tiver um filho de 17 anos…

Ele [o filho] só vai receber um ano; se for um deficiente físico, dependente do segurado que está preso, pode receber durante todo o período que durar a prisão. Se o preso saiu, a partir daquele momento, os dependentes deixam de ter direito.

E se o preso fugir?

Se fugir, a mesma coisa: a família não recebe, automaticamente é cancelado. Outra coisa: de três em três meses, a família tem que ir na diretoria do presídio em que a pessoa esteja, pedir uma certidão de que essa pessoa continua presa. Então, tem que apresentar essa certidão de três em três meses no INSS, para continuar recebendo o benefício.

Portanto, é um benefício principalmente para assegurar a sobrevivência dos filhos…

Filhos e esposa ou companheira – desde que seja uma relação comprovada no INSS.

Nesse caso, não seria um abuso …

Não é abuso, é previsto na Lei da Previdência desde 1962.

O governo federal cogita abolir esse benefício com a Reforma da Previdência.

O presidente quer acabar com esse benefício, porque diz que assim vai economizar R$ 600 milhões por ano. Mas é um benefício apenas para as pessoas que estão recolhendo, não é qualquer pessoa que cometeu um ilícito e está preso.

Alguma entidade já se manifestou contra essa decisão?

Ela foi anunciada muito recentemente. Ainda não vi manifestação nem da OAB [Ordem dos Advogados do Brasil] nem dos Direitos Humanos [entrevista gravada no dia 25 de agosto].

A perspectiva é que essa medida seja aprovada no pacote da Reforma da Previdência?

Mesmo pessoalmente sendo contra, porque temos que ver principalmente as crianças e os filhos deficientes, acredito que será aprovada. Porque as pessoas que estão em presídios não têm a simpatia da sociedade. A OAB tem tido grandes conquistas pela força que ela tem, representando mais de um milhão de advogados, consegue mobilização e apoio. O que eu ainda não sei é se a OAB vai apoiar [a medida]; mas é uma questão legal, que ampara crianças.


Missa registra sétimo dia sem “Fabinho Nazoera” em Itabuna

Fabinho Nazoera conquistou uma legião de amigos e fãs (Foto: Reprodução/Facebook)

Amigos e familiares de Fábio Santos Pinto (Fabinho Nazoera) estarão reunidos na Catedral de São José, em Itabuna, às 18 horas de sexta-feira (1º), para a missa de sétimo dia do falecimento dele. Os admiradores do trabalho do blogueiro/fotógrafo, vindos de diversos segmentos da sociedade, também devem se sentir convidados.

O profissional partiu repentinamente aos 40 anos, no último sábado (26), nove meses depois de ter manifestada uma doença que provocava falta de oxigenação no cérebro e episódios de amnésia. Ele estava tendo acompanhamento de neurologista, tomava remédios, mas jamais tornou público que lutava contra um problema de saúde.

Fabinho ganhou notoriedade em Itabuna e região, por estar sempre a postos fazendo a cobertura fotográfica dos eventos. Em seguida, postava os cliques no site “nazoera.com.br”, que este ano teria uma festa de 12 anos de existência.


“Fabinho Nazoera” lutava contra doença no cérebro

Fábio Santos Pinto (Fabinho Nazoera) era presença garantida em todas as festas

“O menino-alegria”. Assim os amigos resumem Fábio Santos Pinto, conhecido em Itabuna e região como “Fabinho Nazoera”. Ele faleceu sábado (26), aos 40 anos, e foi sepultado um dia depois no Cemitério Campo Santo, após inúmeras manifestações de carinho e admiração.

Poucas pessoas sabiam que, desde novembro de 2016, Fabinho estava com um problema que provocava falta de oxigenação no cérebro e alguns episódios de amnésia. Ele vinha tomando remédios, mas em paralelo a isso, não deixou de viajar, se divertir e viver intensamente até o fim.

Velado no Santa Fé com a bandeira do Flamengo (time do coração) e do grupo de ciclismo Pedal Bom, do qual ele era integrante, recebeu homenagens e destaque absoluto para a forma leve e feliz como viveu. Na entrada do cemitério, os companheiros de pedal fizeram um corredor com bicicletas empinadas para o cortejo passar.

A última foto postada no Facebook de Fabinho, na cobertura do show d’O Rappa

 

Do futebol à fotografia

O rapaz chegou a brilhar no futebol amador, na década de 90, mas foi na fotografia que ele encontrou um dos maiores prazeres. Fundou o site “Nazoera” há aproximadamente 12 anos e, desde então, foi um dos pioneiros na cobertura fotográfica de eventos, principalmente em Itabuna.

Aliava trabalho a diversão e assim pôde fazer até a véspera da morte. Afinal, estava em cima do palco da AABB, pra captar imagens da alegria da multidão, pouco antes do primeiro show da banda O Rappa na cidade, na sexta-feira (25). À 00h59min já de sábado, postou no Facebook a última foto, com a seguinte legenda: “Pedro Ponder agora no palco, logo mais O Rappa”. Depois do trabalho, seguiu para casa, no bairro São Judas, e ninguém teve notícia dele ao longo do dia.


Refis beneficia 1.346 contribuintes em Itabuna

O secretário da Fazenda e Planejamento de Itabuna, Paulo Cesar Fontes Matos, informa que o município arrecadou R$ 2,3 milhões por meio do Programa de Recuperação Fiscal (Refis), renegociando um total de R$ 5,5 milhões em 1.346 operações de parcelamento. A meta é negociar até outubro R$ 10 milhões de dívidas fiscais em atraso e o programa é válido para todos os tributos municipais vencidos até dezembro de 2016, exceto multas de trânsito e ambientais.

O diretor da Divisão de Tributos, Emerson Carvalho, observa que até o final deste mês será atingida a arrecadação de 60% do previsto para o Refis, graças a uma série de renegociações em andamento. O programa beneficia a empresas e também pessoas físicas que podem parcelar a dívida em até 60 meses.

Ele explica que nas renegociações o contribuinte poderá obter até 100% de desconto nos juros e multas, caso pague a dívida de forma integral e sem parcelamento. Para quitação em seis parcelas, o desconto cai para 80%. Já em 12 vezes, fica em 60%. A margem de descontos cai à medida que aumenta o número de parcelas: 40% quando em 24 parcelas, 30% em 36 vezes, 20% em 48 parcelas e 10% em 60 meses.


Ilhéus vai convocar mais servidores para a Saúde

Mário Alexandre, prefeito de Ilhéus.

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre Sousa, autorizou a convocação de mais servidores concursados para integrar o quadro de pessoal da secretaria municipal de Saúde e ampliar a cobertura no atendimento à população local, em especial, o SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Além de considerar a necessidade de mão de obra para a atuação dos programas de saúde pública, o prefeito leva em conta também o acordo estabelecido com o Ministério Público Estadual e o Ministério Público do Trabalho.

Através da Portaria Nº 227, o prefeito Mário Alexandre convoca profissionais Técnicos de Enfermagem, Técnicos de Enfermagem Socorrista, Condutor Socorrista, Auxiliares de Regulação, Médicos Clínicos, Psicólogo, Nutricionista, Educador Físico e Assistentes Sociais.  O ato de convocação foi publicado no Diário Oficial Eletrônico do município (http://www.ilheus.ba.gov.br/diario-eletronico).  

A partir da data de publicação da portaria, os convocados terão um prazo de 30 dias para se apresentarem no Departamento de Recursos Humanos, situado à Rua Santos Dumont, Anexo de Secretarias, 2º andar, no centro da cidade. Nessa ocasião,  devem estar munidos dos documentos constantes no Anexo II da Portaria 227.


Cida Lisboa deixa Itabuna e parte para soltar voz no Rio de Janeiro

Cida Lisboa vai tocar um novo projeto no Rio de Janeiro

A locutora Cida Lisboa, figura feminina consolidada no rádio FM em Itabuna e também nos comerciais (quem esquece a personagem Dona Mara?!), está de malas prontas para o Rio de Janeiro. Ela aceitou convite para trabalhar na capital carioca, onde seguirá soltando a bela voz que tanto faz companhia pelas ondas sonoras.

Mineira, Cida morou 21 anos em Itabuna. Contou ao Diário Bahia que parte motivada pela oportunidade de realizar um trabalho artístico-cultural que vem desenvolvendo há seis meses – o projeto 10. “A intenção era realizar aqui na região por ter tantos artistas de talento em todas as áreas, já que o objetivo é justamente a valorização do artista regional”, revelou.

Com o projeto aprovado no Rio de Janeiro, a comunicadora destaca os apoios já recebidos. “Resolvi encarar mais esse desafio. Juntando o agradável ao mais agradável ainda, estarei mais próxima aos meus familiares, que residem parte no Rio e parte em Belo Horizonte”, completou.

Especificamente sobre Dona Mara, personagem tão famosa na voz de Cida, ela derreteu-se: “Dona Mara é tão marcante que é bem mais conhecida que eu (risos). E ela vai continuar, é claro, e vem coisa nova por aí; Dona Mara não para. Fiz outros personagens com voz de homem, criança, velha, mas nenhum igual à Dona Mara”.

Quem vai se esquecer da “Dona Mara”?

Trajetória

A locutora mineira (e quase grapiúna) teve experiência, ainda, como produtora de Max Gonzaga, passou dois meses produzindo shows em São Paulo, São José dos Campos. Já em Ribeirão Preto, com o artista chileno Alejandro Ubilla, que gravou duas composições dela em espanhol.

Cida Lisboa atuou em Itabuna no Studio Brown, onde exercitou as habilidades como produtora artística e musical, compositora de músicas e jingles e locutora publicitária. Paralelamente, foi convidada para integrar a equipe da Morena FM, como locutora, apresentando o programa Morena by Night, das 22 horas às 2 da madrugada.

Ela disse que pretende continuar com as atividades no estúdio, agora em outras terras. Mas fez questão de deixar uma mensagem para ouvintes-fãs, que por tantos anos acompanham o trabalho dela por aqui.

“Sentirei saudade demais de cada um que conheci pessoalmente ou só virtualmente. Eles enviavam mensagens, iam junto comigo nos meus momentos de descontração, e muitos acompanhavam diariamente a programação, enquanto trabalhavam, descansavam, namoravam … Sentirei muita saudade da minha Bahia, terra que me acolheu com todo o carinho  e jamais  esquecerei dos grandes amigos que fiz aqui e de tudo que vivi de forma tão intensa. Eu volto pra matar a saudade, com certeza. Obrigada, Itabuna! Gratidão”.


O Rappa traz gosto de estreia e despedida para show em Itabuna

O Rappa tem uma trajetória superior a 20 anos de sucesso nacional e internacional

“A minha alma tá armada e apontada/ para a cara do sossego/ pois paz sem voz, paz sem voz/ não é paz, é medo”; “Me deixa/ que hoje eu tô de bobeira”; “Oh! Deus, perdoe esse pobre coitado/ Que de joelhos rezou um bocado, pedindo pra chuva cair, cair sem parar” … É para ouvir músicas assim que várias gerações se encontrarão na AABB de Itabuna na noite desta sexta-feira (25), para assistir ao primeiro show da banda O Rappa na cidade.

Ao mesmo tempo que tem gosto de estreia, a apresentação terá sabor de despedida. Afinal, o grupo – um dos mais conceituados do pop rock nacional – anunciou uma parada na carreira de mais de 20 anos, sem previsão de volta. Os fãs, claro, torcem para que seja apenas uma pausa breve.

Que o vocalista Marcelo Falcão, com um jeito tão autêntico de interpretar, o guitarrista Xandão Menezes, o baixista Lauro Farias, mais o tecladista Marcelo Lobato apenas descansem por aí. Porque O Rappa, como avisa o título de um dos discos, “nunca tem fim”.

As entradas estão sendo vendidas num stand no Shopping Jequitibá e no Cadê Ingressos, na Praça Camacan. O acesso à pista custa R$ 60,00 e ao camarote, R$ 130,00 (valores ainda podem sofrer alterações).


Governo do Estado assume aeroporto de Ilhéus e prevê concessão

O governador Rui Costa assumiu nesta tarde a gestão do Aeroporto de Ilhéus (Foto: Edson Leite/Ministério dos Transportes)

Foi selada na tarde desta terça-feira (22), no Ministério dos Transportes, a transferência da gestão do aeroporto Jorge Amado, de Ilhéus, ao governo do Estado. O contrato foi assinado pelo governador Rui Costa e pelo ministro dos Transportes, Maurício Quintella. De antemão, já foi anunciado que será licitada uma concessão à iniciativa privada.

Segundo o secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, a empresa de aviação civil que ganhar a licitação, além de ampliar o terminal de passageiros, realizar obra de recuperação da pista e a obra de tráfego aéreo, terá como obrigação fazer o estudo de localização, o projeto e o licenciamento ambiental para o novo aeroporto de Ilhéus.

“Nós estamos dando o primeiro passo e estamos tendo condição de fazer um investimento pelo setor privado na melhoria de condição daquele aeroporto para atrair mais voos”, enfatizou Cavalcanti.

Já o governador Rui Costa, através da assessoria, destacou a importância deste desfecho para a continuidade do desenvolvimento da região sul. “Aquela região sonha com um novo aeroporto. É o Estado assumindo este equipamento e, em nome do povo da Bahia, agradeço por chegarmos a este consenso”, afirmou.

O aeroporto de Ilhéus, por onde passa boa parte do turistas que chegam à Bahia, é um dos mais antigos do estado e o terceiro maior em número de passageiros. No passado, o local recebeu mais de 550 mil pessoas. Até abril de 2017, 190 mil.

O equipamento opera com a saída de sete a nove voos diariamente, assim como a chegada da mesma quantidade. É o principal aeroporto em funcionamento.

O aeroporto de Ilhéus é um dos mais antigos do estado

Conselho questiona PPP superior a R$ 930 mil para UPA do Monte Cristo em Itabuna

A previsão é que a UPA comece a funcionar em novembro

O Conselho Municipal de Saúde de Itabuna discutirá nesta quarta-feira (23), às 15 horas, a proposta do município de firmar uma PPP (Parceria Público-Privada) para gerir a UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) do bairro Monte Cristo. Conforme o projeto, tal parceria seria de R$ 931 mil por mês.

A justificativa para a PPP é que facilitaria a compra de material e medicamentos, além da contratação de pessoal – tudo porque a previsão de início das atividades no local é novembro.  A UPA é apontada como alternativa para desafogar os hospitais de Base e São Lucas.

Josivaldo Gonçalves, presidente do Conselho de Saúde

“De onde virão os recursos [da parceria], se as unidades de saúde estão destroçadas; algumas não têm médico, outras não têm medicamento, estão funcionando precariamente. A do bairro Jorge Amado está fechada. O São Lucas está para fechar… Por que não aumenta a receita também do Hospital de Basse?”, questiona Josivaldo Gonçalves, presidente do Conselho.

Segundo a secretária de Saúde, Lísias Miranda, informou no mês passado, a UPA do Monte Cristo terá dois médicos atuando 24 horas, para realizar cerca de 10 mil atendimentos por mês.


Idosos com Benefício de Prestação Continuada convocados para informações em Itabuna

O BPC é um benefício assistencial no valor de um salário mínimo, concedido para idosos a partir de 65 anos

Idosos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) em Itabuna estão sendo convocados pela Secretaria de Assistência Social para inserir informações no Cadastro Único (Cad Único). A medida atende a solicitação do Ministério de Desenvolvimento Social.

A família do idoso é orientada a manter os dados atualizados sempre que houver modificação ou, no máximo, a cada dois anos. De acordo com a secretária de Assistência Social, Sandra Neilma, quem está inserido no Cad Único, tem acesso a vários programas sociais, como a Tarifa Social de Energia Elétrica e a Carteira do Idoso –além do BPC propriamente dito.

O público-alvo deve procurar a sede da SAS (bairro Jardim Vitória), das 7h30min às 16h30min, ou uma das três unidades do CRAS (bairros Jardim Grapiúna, Nova Ferradas e Urbis IV).