PALMAS

– PARA a Vila de Ferradas, berço de Itabuna, que completa 202 anos na última quinta-feira (19). O lugar calmo, onde fica a primeira casa do célebre escritor Jorge Amado, tem uma riqueza histórica e cultural que merece – e precisa – ser preservada. Afinal, foi por lá que a trajetória grapiúna começou. Faltam, no entanto, ações mais efetivas do poder público, para sanar necessidades dos moradores e para explorar o potencial turístico ferradense.

– PARA o espetáculo teatral Auto-Falante, em cartaz nesta sexta-feira (20), às 19h30min, no foyer do Centro de Cultura Adonias Filho, em Itabuna. O monólogo, encenado pelo ator Lucas Oliveira (foto) e dirigido por Jorge Batista, completa 15 anos de sucesso, sempre requisitado para apresentações em escolas e outros espaços públicos na região. Com muita comédia, a peça conta a trajetória de um itabunense que volta à terra natal 20 anos depois de uma temporada em São Paulo. Ele compara a cidade que deixou, com suas figuras e costumes, com o cenário encontrado na atualidade. Auto-Falante torna-se porta-voz de uma época em que se ouvia e contava histórias na porta de casa, as crianças brincavam no rio, cultivavam e acompanhavam as crendices populares. Para sorrir e matar a saudade, uma opção imperdível!  O ingresso custa R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia).

– PARA a aprovação do projeto que obriga o governo federal a veicular, diariamente, pelo menos cinco minutos de publicidade contra as drogas nas emissoras de TV e rádio de todo o país. De autoria do senador Magno Malta (PR-ES), a proposta foi aprovada terça-feira (17) pela Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) do Senado.