Presidente da Bombril aponta caminhos para sucesso em meio à crise

Luiz Gustavo apresentou o case de sucesso para empresários de Itabuna, Ilhéus e cidades vizinhas (Foto: Pedro Augusto)

Redução de custos e inovação. Estas são, segundo o diretor-presidente da Bombril, Luiz Gustavo Silva, as principais ferramentas para garantir o melhor posicionamento no mercado, mesmo em meio à crise econômica. Dicas como esta e o case de sucesso da empresa foram apresentados pelo executivo durante o Painel Empresarial 2017. Promovido pela Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACI), em parceria com o Sebrae, o evento reuniu mais de 100 pessoas na noite de quarta-feira (29), no hotel Tarik Fontes, em Itabuna.

A Bombril – uma das mais tradicionais empresas de bens de consumo do país – passou por um grave problema financeiro em 2015. Após 18 meses de trabalho intenso à frente da companhia, Luiz Gustavo Silva conseguiu reverter a situação e alcançar resultados positivos. Para isso, teve de fazer um profundo processo de reestruturação, incluindo cortes pesados de custos. “É fundamental olhar os números da empresa, sempre medir receitas e custos. A gente não consegue melhorar aquilo que não mede. E a função de toda empresa é dar lucro, gerar riqueza. Então minha dica é: baixem seus custos. E quem sobreviveu até agora, deve esperar dias melhores em 2018”, afirma.

A história de superação da Bombril serve de inspiração para outras empresas. “Ouvir essa experiência é uma chance que temos de aprender um modelo de gestão focado na eficiência e aplicar essas lições em nosso dia a dia. É preciso buscar conhecimento, estar antenado com a realidade do mercado, analisar as tendências. Somente através da capacitação é que conseguiremos aproveitar as oportunidades que virão neste novo ano”, revela o empresário Júnior Carqueja.

Este mesmo pensamento é compartilhado pelo presidente do Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista do Município Itabuna (Sindicom), Eduardo Carqueja. “Adquirir conhecimento é uma das maiores necessidades, principalmente neste momento de crise. A capacitação é uma das bases do sucesso de um empreendedor”, destaca.

Para Carlos Leahy, um dos diretores da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Itabuna, é preciso se espelhar naquilo que deu certo. “Temos que aproveitar essas dicas, a experiência do que é feito de forma responsável e que é um sucesso. Também amadurecer o pensamento dos empresários e fazer com que eles entrem nessa modernização na forma de comercializar”, defende.

De acordo com o presidente da ACI, Sérgio Velanes, as empresas devem estar preparadas para acompanhar as mudanças que acontecem no mercado. “Este foi um ano difícil, mas acreditamos que a recessão está acabando e 2018 está prometendo ser melhor. Com capacitação e preparação, conseguiremos melhorar os nossos resultados, prosperar e gerar emprego e renda não só para Itabuna, mas para toda a região”, completa.

Fortalecimento dos negócios

A busca por conhecimento de gestão, inovação e novas tecnologias é uma das maneiras de garantir o fortalecimento dos negócios. Para Claudiana Figueiredo, gerente regional do Sebrae, “participar de eventos que tragam este tipo de conteúdo é o que vai assegurar às empresas a redução dos riscos de que elas não consigam sobreviver neste mercado tão competitivo em que nós estamos vivendo atualmente. Esta é uma oportunidade de ouvir alguém que conseguiu fazer dar certo e aprender com as lições extraídas”.

Claudiana Figueiredo ainda destaca a importância de parcerias como a da ACI e Sebrae na realização do Painel Empresarial. “As alianças estratégicas hoje são essenciais. Seja no mundo empresarial ou público, é importante que as forças estejam sempre unidas para que possamos minimizar os esforços e alcançar os melhores resultados. Fazer parcerias com entidades representativas do segmento empresarial é extremante importante, uma vez que elas têm o mesmo objetivo e a mesma missão que o Sebrae, que é o fortalecimento de pequenos negócios da região sul da Bahia”, finaliza.