PSB de Itabuna desponta como alternativa em cenário de “dança das cadeiras”

A advogada Jurema Cintra está entre os novos filiados

O momento de descrença que domina o cenário político brasileiro faz com que nomes carimbados busquem mudar de sigla, sobretudo para se afastar de impressões negativas. Em Itabuna, a ida do ex-deputado Renato Costa para o PSB parece atrair interessados nessa “dança das cadeiras”. Afinal, ele é presidente do diretório municipal e figura praticamente como unanimidade no quesito ética.

Procurado pelo Diário Bahia para abordar o assunto, manteve a classe de não citar nomes, mas admitiu estar sendo procurado por muita gente. “Evidentemente, tem aqueles querendo mudar de legenda. Não é o objetivo ficar atraindo pessoas insatisfeitas, não queremos ir atrás de ninguém. Mas as pessoas que têm nos procurado, estamos conversando bastante. O partido está aberto, desde que abrace o ideário socialista. A pessoa não entra pra ser candidato; entra se absorver o programa do partido”, argumentou.

Sobre os novos filiados, Dr. Renato citou Moacir Smith Lima (ex-PT e ex-PTB), hoje integrante da comissão executiva, e a advogada Jurema Cintra, veemente ativista em defesa das vítimas de preconceitos, como a comunidade LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transgêneros).

“O PSB está passando por uma fase de reestruturação. Está na base do governo [estadual] e tem como liderança maior a senadora Lídice da Mata; faz oposição ao governo Temer no plano nacional e o nosso foco é se fortalecer mais internamente. É tanto que estamos programando um planejamento estratégico, para o partido saber os caminhos que vai trilhar no próximo ano”, avaliou.

A figura de Renato Costa tem atraído muitos nomes para o PSB