Seminário na Uesc discute sobre combate ao crack e outras drogas

Pesquisas indicam que o crack chegou a mais de 90% dos municípios brasileiros

O auditório Paulo Souto, na Uesc (Universidade Estadual de Santa Cruz), sediará segunda-feira (27), a partir de 8 horas, o Seminário Regional sobre Crack e Outras Drogas. Com palestras e debates, o evento é realizado Centro de Referência Regional para formação de profissionais acerca da prevenção e intervenção ao uso de Drogas. Trata-se de um projeto financiado pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD).

O objetivo deste seminário é compartilhar conhecimentos acerca das drogas como problema de saúde pública, assim como o fortalecimento dos serviços que compõem a rede de atenção psicossocial aos usuários de entorpecentes e seus familiares.

O público-alvo é formado por profissionais e estudantes da Saúde, da Assistência Social, da Educação e setores afins, além da comunidade em geral.

As inscrições são gratuitas e poderão ser feitas no local do evento, até o início da conferência de abertura.

Programação

Conforme a programação, a conferência de abertura será às 10 horas, abordando “Perspectivas políticas, sociais e éticas sobre drogas no Brasil e seu impacto na saúde pública”.

Às 14 horas, haverá a palestra “Intervindo na relação drogas e populações vulneráveis”. Em seguida, às 15 horas, mesa-redonda “Em defesa do fortalecimento dos Centros de Atenção Psicosocial (CAPS – AD) e de outros serviços da rede de atenção aos usuários de álcool e outras drogas e seus familiares”.

Por fim, às 17 horas, terá mesa-redonda com o tema “Ayuasca como terapia alternativa ao uso de drogas”.