Sepultado em Ilhéus jornalista Manoel Victal

Manoel Victal recebendo chave da cidade de Ilhéus, em 2005

Foi enterrado na tarde de quinta-feira (21), no Cemitério da Vitória, em Ilhéus, o corpo do jornalista aposentado Manoel Victal. Aos 80 anos, ele faleceu em casa, naquela cidade, na manhã de quarta-feira (20), devido a uma insuficiência cardíaca.

Tio-avô da comunicóloga Karoline Vital, ele iniciou a carreira como repórter de rádio, em Ilhéus, e teve uma trajetória profissional marcada por passagens pelos jornais Última Hora e Notícias Populares, na capital paulista.

Em 2005, ele percorreu a pé a distância entre as Praças da Sé, de São Paulo, e Salvador, totalizando 2.214 quilômetros, com apoio da FENAJ, Sindicatos dos Jornalistas de SP, ES e BA, entre outras entidades. Pelo feito, quebrou o recorde mundial de caminhada solitária. Em 2007, repetiu a aventura, mas sem qualquer tipo de suporte.

Manoel Victal era ilheense, deixou duas filhas e quatro netos.