Meu amigo Juvenal Maynart!


O profissional Juvenal Maynart na visão do escritor Antônio Nunes


Antonio Nunes de Souza*


Depois de ter exercido alto cargo no Centro de Pesquisas da Lavoura Cacaueira – CEPLAC -, onde deixou marcas de uma administração boa, dentro dos limites de possibilidades, curiosamente, assim que deixou a agricultura, pelas suas aptidões e competência administrativas, foi convidado a prestar os seus serviços na área da saúde, assumindo a Presidência da Fundação da Saúde de Itabuna – FASI – mantenedora da administração e direção do Hospital de Base Luiz Eduardo Magalhães – HBLEM -. E, mais uma vez, demonstrou sua qualificação fazendo uma gestão e gerenciamento competente, melhorando os atendimentos estruturando os diversos departamentos, oferecendo, dentro das condições viáveis, muitas vezes até inviáveis, bons resultados a mais de uma centena e meia de municípios da região, com um padrão exemplar!

Posso dizer de cátedra que é extenuante, cansativo e preocupante esse trabalho, pois, curiosamente, já tive o privilégio de ser Presidente do Hospital de base durante um ano e, juntamente com Dr. Paulo Bicalho, fomos nós que criamos, fizemos todo estatuto, que foi aprovado pelo prefeito e pela câmara de vereadores e, logo em seguida, registrada oficialmente a existência da FASI!

Como sempre ocorre dentro da política, algumas contradições nas questões funcionais, nosso administrador Juvenal Maynart, por não concordar com alguns detalhes, preferiu se demitir da função, entregando ao prefeito o HBLEM em pleno funcionamento, porém, havendo algumas necessidades prementes para que as coisas corressem com melhores qualidades durante essa fase assistencial da pandemia.

Porém, como apaixonou-se pela causa, preparou um projeto eficaz e de possível aplicação, apresentou ao prefeito e a câmara de vereadores e, para satisfação de todos, foi convidado a ser o Secretário da Saúde do Município, para que implantasse seus planos, que resultarão em grandes benefícios assistenciais a nossa cidade e a região!

Assim sendo, só nos resta agradecer a esse jovem talentoso que, sem medir esforços, toma em suas mãos essa grande responsabilidade, que por certo, dará conta do recado!

À Juvenal, o meu abraço fraterno, e que a comunidade participe ativamente do que se fizer necessário, dando uma colaboração e apoio para que tudo saia a contento!


*Escritor-Membro da Academia Grapiúna de [email protected]t