Biografia eterniza em palavras a mágica trajetória de Zelia Lessa

Zelia Lessa faz da música uma missão para si e para os outros
Zelia Lessa, à direita, autografou os livros ao lado da autora da biografia, professora Efigênia Oliveira; à esquerda, a poetisa Glória Brandão

Uma noite de poesia, música e homenagens marcou, terça-feira (31), no Centro de Cultura Adonias Filho, o lançamento do livro “Zelia Lessa – A Música em uma Vida”, publicado pela editora Via Literarum. A biografia de uma figura que é um verdadeiro patrimônio da cultura de Itabuna foi escrita pela professora Efigênia Oliveira, integrante do Coral Cantores de Orfeu, conduzido por Zelia há cerca de 60 anos.

Dona de um ouvido tido como absoluto, a pianista tem 91 anos e faz da música um instrumento para levar alegria às pessoas. É séria e disciplinada ao extremo e faz questão de reger em todas as ocasiões especiais para as quais o grupo é convidado. Mesmo quando não há apresentação, o coral ensaia toda semana e se tornou um lugar de encontros em nome do aperfeiçoamento da arte de cantar.

A autora do livro disse perceber que provocou o sentimento de gratidão em muitas pessoas. Afinal, tia Zelia – como a famosa musicista é chamada – tem um carinho de centenas de pessoas que pelas mãos dela descobriram e/ou lapidaram o talento para a música. Isso fica evidente na fidelidade, disciplina e alegria entre os participantes do coral.

Num gesto de verdadeira reverência, a professora Efigênia abriu mão de se sentar à mesa para autografar os livros. Ela o fez de pé mesmo. Sentada no momento de autógrafos, estava Zelia Lessa, aplaudida a acarinhada pelos seus incontáveis fãs.